Eu não gosto do meu líder

Eu não gosto do meu líder

Uma parte da minha palestra ontem no Espaço Nova Canção. O tema foi Adversidades no trabalho, escolhi aquelas situações que mais são compartilhadas comigo no meu dia a dia.

 

Em João 16:33 – Jesus disse: “No mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, Eu venci o mundo.” Sendo assim, teremos problemas, isso é inevitável e é justamente a forma como lidamos com esses problemas que irá nos diferenciar.

 

Os melhores profissionais em suas áreas são aqueles que lidam com os problemas mais difíceis de serem resolvidos. Por esse motivo é de extrema importância nos desenvolvermos e nos transformarmos em solucionadores de problemas.

 

1 – Eu não gosto do que eu faço!

 

É muito importante nos conhecermos e realizarmos uma avaliação de afinidade, descobrir aquilo que somos bons e diferentes positivamente. Encontre seu dom, seu talento e desenvolva isso incansavelmente. Gostar do que você faz e trabalhar com isso te deixará com uma excelente vantagem competitiva.

 

2 – Eu não gosto do lugar que eu trabalho!

 

Em alguns momentos, durante minha trajetória profissional, trabalhei em lugares que não eram exatamente aquilo que eu queria. O segredo na minha opinião para vencermos isso e o trabalho com excelência, assim em pouco tempo, sua capacidade será notada e novas oportunidades irão aparecer, Se você está trabalhando há um bom tempo e não está recebendo convites para outras oportunidades e empresas, o trabalho que você está realizando está na média.

 

3 – Eu não gosto do meu líder!

 

Essa é uma situação muito comum, infelizmente. A grande maioria dos lideres que estão no mercado, não receberam o treinamento devido para liderar, normalmente são pessoas que se destacavam realizando um trabalho e foram promovidas. Exemplo: O melhor vendedor da equipe é convidado para ser gerente dessa equipe sem ter qualquer tipo de treinamento em liderança, relacionamentos e gestão de pessoas. Uma receita perigosa que na maioria das vezes apresenta o seguinte cenário. Um gerente medíocre e a perda do melhor vendedor.
Em outros momentos lideres são criados somente por afinidades, amizades ou parentesco. Novamente as chances de dar errado, são gigantes. Um outro agravante é que muitos desses lideres não treinam mais, acreditando já saberem o necessário. Receita suicida profissionalmente.

 

Como profissional, devo manter com meu superior a melhor comunicação possível, quanto mais limitado meu líder, mais clara e assertiva deverá ser essa comunicação. Facilite a vida do seu líder, você está na empresa para ajuda-lo a atingir os objetivos da empresa. Seja prestativo e treine muito, para que novas oportunidades surjam e você não fique refém de um líder despreparado colocando em risco sua saúde física e emocional.

 

Detalhe importante: Não generalize. Existem sim, lideres excelentes.

 

Treine muito, treine para todas as situações. “Quem acredita não precisar de treinamento, precisa de tratamento.”

 

Esse texto te ajudou?

 

Escreva nos comentários: VOU TREINAR +.

 

Abraço carinhoso,

 

Palestrante Robson Dutra

 

Para receber um conteúdo exclusivo sobre Equilíbrio e Motivação, clique no link e cadastre seu e-mail.

 

http://www.robsondutra.com.br/equilibrado



Loading...